flags

Dados e informação

Uma das prioridades da BCC é de garantir que a informação emanada das suas diferentes actividades seja gerida de forma correcta e acessível à todos os países da região de Benguela. Foi com este objectivo em mente, que se formulou uma Política de Dados e Informação. A Política e Protocolo de Gestão de Dados delineia os procedimentos a serem cumpridos pelos utilizadores dos dados, meta-dados e informações, recolhidos por ou mantidos sob os auspícios da BCC. Fornece directrizes para a apresentação, gestão e acesso aos dados e meta-dados e, diz respeito a dados estatísticos, biológicos, ambientais e socioeconómicos.

Ao elaborar a Política e Protocolo de Gestão de Dados, a BCC foi guiada pelo princípio de, os dados recolhidos e gerados sob os seus auspícios, serem de fácil acesso para Comunidade de Benguela.

Clique aqui para carregar a Política de Dados e Informação da BCC icon D&I policy (321.91 kB)

Em reconhecimento da importância de uma boa gestão de dados e informação, os governos de Angola, Namíbia e África do Sul, comprometeram-se a alcançar uma série de metas relacionadas com dados. Metas essas, que são capturadas no texto da Convenção da Corrente de Benguela. A Convenção estipula que os países devem:
• Criar mecanismos para a recolha, partilha e troca de dados intersectoriais [Artigo 4(d)].
• Promover a recolha, troca, disseminação e análise dos relevantes dados e informação, em particular os de carácter estatístico, biológico, ambiental e socioeconómico (Artigo 8).

Parcerias

Foram forjadas parcerias com uma série de organizações engajadas na gestão de dados, por forma a assegurar a utilidade e acessibilidade dos dados emanados da BCC. A título de exemplo, já existem parcerias com a Rede Africana de Dados e Informação Oceânicos (ODINAFRICA); o Projecto Marine Atlas; e o Centro de Dados Oceanográficos da África Austral (SADCO).

Acerca do SEIS

Uma vez em pleno funcionamento, o Sistema de Informação sobre o Estado do Ecossistema (SEIS), fornecerá à comunidade de Benguela, informações disponíveis e actualizadas acerca do estado do ambiente marinho. O SEIS tem como objectivo final, integrar e apresentar os resultados das actividades dos quatro grupos de trabalho do Comité Consultivo do Ecossistema e das actividade conexas.

No decurso do Programa BCLME, foi desenvolvido um SEIS, estando em curso um processo de actualização e expansão do produto original. O novo SEIS, é idealizado como fonte sustentável e de fácil utilização, que fornecerá informações fiáveis e actualizadas à BCC e aos governantes nos três países, em relação à uma vasta gama de assuntos. Isto facilitará a tomada de decisões com conhecimentos de causa e contribuirá para a gestão integrada, desenvolvimento sustentável e protecção do Grande Ecossistema Marinho da Corrente de Benguela.

O Grupo de Trabalho sobre Dados & Informação

O Grupo de Trabalho de Gestão de Dados e Informação da Comissão da Corrente de Benguela, desempenha uma função assessória mediante o fornecimento de recomendações aos três países, no que respeita à gestão da informação. Composto por seis (6) membros – sendo dois de cada país, o Grupo de Trabalho reúne-se duas vezes por ano, ou em qualquer altura em que houver uma necessidade específica. É incumbido a assessorar em torno do melhoramento do fluxo e troca de informações entre a BCC e seus Estados-Membros da BCC.

O Gestor de Dados e Informação

Ficam sob a responsabilidade do Gestor de Dados e Informação, a recolha, conservação, apresentação e armazenamento dos dados que emanam dos projectos e actividades financiados pela BCC. Este cargo de regime integral é muito importante, visto apoiar as habilidades de tomada de decisões da Comissão da Corrente de Benguela.

Cabe ao Gestor de Dados e Informação, a compilação, coordenação e distribuição dos dados e informação necessários para o funcionamento da Comissão da Corrente de Benguela. O Gestor auxilia na elaboração e implementação de sistemas adequados de gestão de dados, em estreita colaboração com o Secretário Executivo e o Coordenador do Ecossistema, quanto à gestão quotidiana das necessidades relacionadas com dados e informação da Comissão.

O desenvolvimento e a coordenação dos sistemas de dados e informação tais como SEIS, versam-se de prioridade para o gestor de dados e informação.

O cargo de Gestor de Dados e Informação está por se ocupar.