flags

Patrocinadores

A BCC atraiu financiamento e apoio a partir de uma vasta gama de organizações e instituições.

norway flag

O Governo da Noruega está a apoiar na implementação do Programa Científico da Comissão da Corrente de Benguela, com uma concessão no valor de 9,3 milhões de dólares norte americanos. O Programa Científico assegurará a acumulação contínua de informações e dados, para a melhoria da gestão transfronteiriça e a exitosa implementação de uma Abordagem Ecossistémica relativa às Pescas (EAF).


ICEIDA-logo
A Agência Islandesa de Desenvolvimento Internacional (ICEIDA) está a apoiar na implementação de um programa de Formação e Reforço de Capacidades (FRC) para a Comissão da Corrente de Benguela. As contribuições da ICEIDA equivalem à US$ 500.000,00 (quinhentos milhões de dólares norte americanos). O programa de Reforço de Capacidades da BCC tem como foco melhorar as habilidades e conhecimentos dos gestores, cientistas e pessoal técnico das instituições em Angola, Namíbia e África do Sul, por forma a possibilitar a implementação exitosa de uma EAF.



european-union1
A União Europeia providenciou uma concessão na ordem dos 1,5 milhões de euros para financiamento do ECOFISH, cujo projecto tem a duração de quatro anos ( 2011-2015). O ECOFISH é um projecto conjunto de investigação, coordenado pela Comissão da Corrente de Benguela. Espera-se que tal projecto venha a modernizar e aperfeiçoar a gestão das principais pescas marítimas de Angola, Namíbia e África do Sul.



 GEF logoO Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF) é o maior órgão mundial de financiamento ambiental. Foi estabelecido em 1991 como mecanismo financeiro multilateral com o intuito de testar as novas abordagens e meios inovadores de responder aos desafios de desenvolvimento mundial. As seis principais áreas de convergência do GEF são: biodiversidade, alterações climáticas, águas internacionais, degradação de terras, a camada de ozono e os persistentes poluentes orgânicos.





UNDP
O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento
O PNUD é a rede mundial das Nações Unidas para o desenvolvimento. O PNUD opera em 16 países, trabalhando com os mesmos em torno das suas próprias soluções aos desafios de desenvolvimento mundial e nacional. Desde 2008 o PNUD-Namíbia, providenciou serviços de gestão administrativa e financeira à Comissão da Corrente de Benguela.


faoA Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) está apoiar a BCC através do seu envolvimento com investigações pesqueiras transfronteiriças e na implementação de uma abordagem ecossistémica relativa às pescas (EAF) na região.





eafO projecto EAF-Nansen apoia os países em vias de desenvolvimento, nos seus esforços de implementarem a abordagem ecossistémica relativa às pescas. Trata-se duma parceria entre a Agência Norueguesa de Cooperação para o Desenvolvimento (NORAD), o Instituto Norueguês de Investigações Marinhas (IMR) e a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). O parceiros do projecto são instituições governamentais nos países participantes, os projectos de Grande Ecossistemas Marinhos na África subsariana e outros projectos e programas regionais.


WWF-logoA Organização Mundial para a Conservação (WWF), encontra-se em parceria com a BCC, no sentido de promover a abordagem ecossistémica relativa às pescas (EAF) na região de Benguela. A parceria centra-se em estabelecer linhas de base para o seguimento da EAF em Angola, Namíbia e África do Sul, bem como mobilizar a dimensão humana inerente à EAF. O exitoso programa de Formação sobre Pescas Responsáveis da WWF, tem a probabilidade de ser lançado na Namíbia, através da colaboração entre a BCC e o Instituto Namibiano de Pescas (NAMFI).