flags

Navegação Marítima

ShippingOs portos da África Austral desempenham um papel fulcral na economia da região. Cinco dos oito portos da África do Sul, encontram-se no interior ou adjacentemente ao ecossistema de Benguela; estes são: Port Elizabeth, MosselBay, Cidade do Cabo, Saldanha e Ngqura (Coega)

WalvisBay é o maior porto comercial da Namíbia, contando com aproximadamente 1000 navios a cada ano e albergando cerca de 2,5 milhões de toneladas de carga. O porto de Luderitz, no sudeste namibiano, fora inicialmente desenvolvido como centro de pesca na, mas actualmente, serve como uma base logística importante para as exploração marinha de diamantes e petróleo.

Angola possui três portos principais: Luanda Lobito e Namibe. Luanda sendo um dos principais portos comerciais da costa ocidental Africana, em 2006 albergou cerca de cinco milhões de toneladas de carga, significando 33 porcento de aumento em relação ao ano transacto. As principais exportações do porto incluem petróleo, diamantes, ferro e produtos da pesca. Das principais importações destacam-se o ferro, aço, maquinas, trigo e carvão.

Com as principais rotas marítimas internacionais cruzando a região de Benguela, a ameaça de acidentes marítimos não pode ser ignorada, uma vez que tais acidentes podem causar um impacto imediato e destrutivo sobre o meio ambiente marinho, e devastar os ecossistemas costeiros, litorais e indústrias relacionadas, tais como a pescas e o turismo. É por esta razão que a Convenção da Corrente de Benguela converge fortemente sobre a mitigação, minimização e eliminação da poluição marinha.